Por Ana Paula Paixão 

A saúde é um bem precioso, e a prevenção é o melhor caminho para uma vida mais saudável. Pensando nisso, a Santa Casa Montes Claros, em parceria com as clínicas Radialis e Oncocenter, oferecerá ainda durante o mês de outubro 500 exames de PSA gratuitos. Com o tema “Construindo caminhos para o diagnóstico precoce do câncer de próstata”, a iniciativa faz parte da campanha do Novembro Azul 2023. De acordo com a médica radioncologista Dra. Lucianne Maia o exame de Antígeno Prostático Específico (PSA) desempenha um papel crucial na detecção precoce do câncer de próstata, uma das principais preocupações em saúde masculina. “Com a iniciativa de fornecer estes exames gratuitamente, buscamos criar oportunidades para que o público-alvo possa cuidar da sua saúde de maneira acessível através do rastreamento precoce”, explica.

O critério para a realização do exame é que seja pessoas do sexo masculino, acima de 50 anos. “A importância da detecção precoce não pode ser subestimada. O câncer de próstata é uma das doenças que mais afeta os homens, e quando identificado em estágios iniciais, as chances de tratamento bem sucedido aumentam significativamente”, reforça o médico Dr. Mateus Maia. A médica oncologista clínica, Dra. Claudia Teixeira, explica que o procedimento é muito prático e indolor. “A coleta de uma simples amostra de sangue é o primeiro passo para obter informações valiosas sobre a saúde da próstata, pois o PSA é uma proteína produzida pela próstata e, quando presente em quantidades elevadas no sangue, pode ser um indicativo de problemas, incluindo câncer”, ressalta. 

O superintendente da Santa Casa Montes Claros, Maurício Sérgio Sousa Silva, reforça que a prevenção é a chave para uma vida saudável, e a Santa Casa está comprometida em torná-la acessível a todos. “Para fazer a coleta é necessário que os interessados entrem em contato através do WhatsApp 38 98828-1687. Após a realização do exame, os resultados serão entregues durante uma ação que será realizada na Praça Dr. Carlos no dia 11 de novembro”, esclarece Maurício Sérgio.