Por Ana Paula Paixão

Na memorável noite do dia 18 de dezembro de 2023, a Câmara Municipal de Montes Claros, através do vereador Cláudio Rodrigues (REDE), o projeto “Parceria que alimenta” da Santa Casa Montes Claros foi merecidamente homenageado através do superintendente do hospital, Maurício Sérgio Sousa e Silva.

“Durante a pandemia, inicialmente criamos o projeto ‘Solidariedade é o Amor em Movimento’. A proposta era arrecadar 3.000 cestas básicas. Mas diante da necessidade de ajudar ainda mais pessoas, conseguimos, através de parceria com a Eurofarma e outras empresas, arrecadar mais de 15.000 cestas básicas, que foram distribuídas através dos pastores, dos padres, de lideranças de bairros e com ajuda dos vereadores às comunidades carentes. Meu único pedido sempre foi que estas cestas chegassem a quem precisava. Assim se tornou o projeto ‘Parceria que Alimenta’”, afirmou Maurício Sérgio durante discurso.

O vereador propositor da homenagem, Cláudio Rodrigues, ressaltou durante a sessão especial a importância da iniciativa. “É com grande satisfação que, junto com o CONPAS, Conselho de Pastores do Norte de Minas, homenageamos o projeto ‘Parceria que Alimenta’. Através do superintendente da Santa Casa,  Maurício Sérgio, onde essa parceria conseguiu alcançar um número expressivo de pessoas necessitadas proporcionando não apenas o apoio do alimento, mas também o apoio espiritual e emocional. Então, nós vereadores agradecemos este projeto porque, em parceria com algumas comunidades rurais, urbanas e de assistência por intermediação inclusive, por vários vereadores, levaram este benefício para essas comunidades. Essa união do CONPAS com o projeto é um exemplo de uma parceria que deu certo”, explicou o parlamentar.

Na oportunidade da solenidade, o CONPAS, através do pastor Sílvio Cerqueira, do vereador Edson Cabeleireiro (PV) e de colaboradores da Santa Casa, o superintendente Maurício Sérgio foi homenageado  pelos dez anos de gestão à frente do hospital. “Nos últimos dez anos, Maurício Sérgio tem liderado a Santa Casa com uma visão extraordinária, moldando-a cada vez mais como um centro de excelência médica e humanizado. Seu legado tem sido marcado por grandes realizações, incluindo significativas obras e novos equipamentos que transformaram o hospital em um ambiente mais acolhedor e eficiente para pacientes, colaboradores e equipes médicas”, afirmou a diretora de qualidade da instituição, Dra. Cláudia Diniz.

Prestigiado por várias autoridades e representantes de classes, o trabalho de Maurício Sérgio foi elogiado e reconhecido pelo prefeito Humberto Souto, que esteve presente na homenagem acompanhado da esposa e do vice-prefeito Guilherme Guimarães. “Aprendi a admirar Maurício há muitos anos. Antes mesmo de ser prefeito já era amigo dele. Entre as três coisas mais importantes em Montes Claros, a Santa Casa é uma delas pelos relevantes serviços prestados à população. É um negócio extraordinário. A Santa Casa é uma coisa grandiosa e não é só para Montes Claros. É para toda região norte. Se fechar a Santa Casa, pode fechar Montes Claros dado a sua importância para a pessoa humana. Pobres ou ricos, é a Santa Casa e é isso que precisa ressaltar, da importância da Santa Casa para a região, para o povo como socorro médico. E parabenizar e colocar no trono todos aqueles que trabalham na saúde, de uma forma ou de outra, que trabalham na saúde. E o superintendente é uma pessoa que tem a responsabilidade da administração. Então, homenagear um homem que está há dez anos, administrando esse hospital com sucesso, dentro dos parâmetros da moralidade, da seriedade, da honestidade, com respeito, é uma coisa justíssima que eu quero parabenizar os vereadores”, ressaltou o prefeito Humberto Souto.

Durante a solenidade, o pastor Sílvio Cerqueira, presidente do CONPAS, orou por todos os presentes e ressaltou a atuação do superintendente Maurício Sérgio. “O senhor Jesus profere nove chamadas bem-aventuranças dentre as quais destaca-se uma que se aplica a sua vida: Mateus 5-8. O texto bíblico diz: bem-aventurados os misericordiosos porque eles alcançarão misericórdia. Esse versículo tem duas palavras cruciais: bem-aventurado e misericórdia. A palavra bem-aventurado é uma palavra originária do grego que significa felizardo e misericórdia tem sua origem no latim que significa ter extrema compaixão. Jesus certa feita disse: ainda que seja um copo d'água, que seja a um pequenino, não ficará sem recompensa. E isso coloca você [Maurício] numa situação bem privilegiada porque você tem sido essa ferramenta de Deus”.

Também entre os proponentes da homenagem esteve o vereador Edson Cabeleireiro que afirmou na tribuna que desde que Maurício Sérgio assumiu a direção do hospital tem desempenhado um papel fundamental na transformação da instituição. “A Santa Casa, com seus 152 anos de história, sempre foi um porto seguro para a saúde da região, mas nos últimos dez anos, sob a liderança visionária de Maurício Sérgio, deu um salto ainda mais significativo em termos de desenvolvimento e evolução. Além de sua competência profissional, é notável o seu compromisso social através da entrega de cestas básicas e doação de chinelos para pessoas em situação de vulnerabilidade social. Essas ações não apenas aliviam as necessidades imediatas, mas também refletem o verdadeiro espírito humanitário que permeia sua liderança”, disse.

Representando o arcebispo Dom José Carlos e a arquidiocese de Montes Claros, Dom José Alberto Moura, arcebispo emérito, também fez o uso da palavra na tribuna. “Quero aqui lembrar justamente o porquê do Mauricio ser homenageado. É porque pelo dedo do Espírito Santo é que ele foi chamado. É um dom de Deus que ele tem. Não é simplesmente pelo entusiasmo da pessoa dele. Mas é pela causa santa que ele abraçou. Então nós estamos aqui com Maurício para dizer obrigado a Deus porque escolheu você, com o apoio de todos os outros, para prestar este grande serviço à coletividade”, comentou o arcebispo emérito.

Um dos feitos mais impactantes de sua trajetória, e que marca a história da Santa Casa Montes Claros, foi o notável e ousado projeto "Amigos da Santa Casa", que revitalizou e humanizou quase todos os quartos destinados aos pacientes do SUS, proporcionando um ambiente mais acolhedor e digno para aqueles que mais necessitam. Na ocasião da iniciativa, muitos desacreditaram que seria possível levar adiante um projeto de tamanha significância e impacto social. Hoje, ao acessarmos estes ambientes, podemos constatar de perto a transformação para melhor do local.

“O projeto "Amigos da Santa Casa" não apenas transformou estruturalmente os quartos destinados aos pacientes do SUS, mas também desempenhou um papel crucial durante a comovente e lastimável tragédia em Janaúba, na Creche Gente Inocente. As crianças afetadas por esse terrível evento encontraram assistência na Santa Casa Montes Claros, onde puderam ser acolhidas nos quartos humanizados proporcionados por esse projeto visionário”, disse Maurício Sérgio.

Além disso, sua gestão estratégica focada na assistência de qualidade ao paciente com sustentabilidade financeira garantiu não apenas a estabilidade, mas o crescimento da Santa Casa. Investimentos inovadores em tecnologia e aquisição de equipamentos de ponta colocaram o hospital, cada vez mais, como o principal complexo de referência em saúde. Todos estes avanços não foram apenas uma atualização técnica e/ou estrutural; foram uma demonstração do compromisso do superintendente em aprimorar a experiência dos pacientes e proporcionar ambientes estruturados para as melhores práticas da medicina por parte dos profissionais de saúde.

O deputado federal delegado Marcelo Freitas (UNIÃO-MG), falou sobre a atuação do superintendente. “Maurício, eu tenho acompanhado seu trabalho durante muito anos. Travamos batalhas espirituais, especialmente no momento em que a Santa Casa passou por momentos extremamente difíceis, oriundos da ausência de repasse de recursos essenciais em que nos parecia que o que queriam naquele momento era fechar as portas da Santa Casa, deixando a população de milhões de pessoas à míngua. E nós conseguimos, por intermédio de sua atuação, fazer com que a Santa Casa permanece de pé, forte, incólume, prestando saúde pública de qualidade e impedindo que muitas pessoas pudessem postergar o gosto salgado do pranto em virtude de sua ação, em virtude da ação dos profissionais médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares da Santa Casa. Queria aproveitar essa oportunidade para enaltecer, para reconhecer o seu trabalho. Pessoa que, como Humberto Souto bem disse, atende todas as horas, nos momentos mais difíceis, o Maurício está sempre presente”, ressaltou o deputado federal.

Entre os presentes, também esteve o ex-ministro da saúde Dr. Saraiva Felipe, que contou brevemente sobre a importância de Montes Claros ser um dos berços do SUS. Além disso, ele falou da contribuição de Maurício Sérgio para a saúde da região através da Santa Casa. “A Santa Casa tem uma importância assistencial fantástica para essa região e para Minas Gerais. Para falar de Maurício, eu não conheço uma pessoa tão dedicada. Além disso, ele tem competência e liderança. Ele é reconhecido como alguém que fez ações importantes como o painel de gestão que ele implantou na Santa Casa que foi copiado por hospitais de grande porte. Ele também tem um sistema de administração que eu acredito. Funde a filantropia com o comprometimento privado com o serviço, a qualidade e a quantidade que é prestado. Quando nós temos essa parceria público-privada, isso funciona. E eu sempre acreditei nisso”, ressaltou o ex-ministro.

Maurício é um líder visionário que vem deixando um legado duradouro de cuidado e compaixão em Montes Claros e região através da busca constante por melhores condições de saúde. De uma família simples e de nobres princípios, o mineiro nascido em 15 de fevereiro de 1975, em Montes Claros, norte de Minas Gerais, carrega uma história de vida digna de respeito e orgulho. Filho de Jaimir Oliveira Silva e Maria de Lourdes Sousa e Silva, casado a 21 anos com Aline Guedes Peixoto e Silva, pai de 03 filhos, Lívia, Laís e Davi.

Ao longo da sua trajetória, sempre manteve as suas raízes em sua cidade natal, no coração do sertão mineiro. O Bacharel em Direito, especialista pós-graduado em Direito Econômico Empresarial pela Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, com MBA em Gestão em Saúde pelas Faculdades São Camilo, traçou a sua trajetória desde ainda muito jovem, sempre baseado em princípios éticos e valores morais.

Maurício Sérgio iniciou sua trajetória profissional como menor aprendiz aos 16 anos no Hemocentro Regional de Montes Claros, aos 18 anos já era Gerente Comercial na CIA de seguros Minas Brasil. Depois seguiu sua carreira em multinacionais, na qual atuou durante 15 anos e onde ocupou o cargo de Gerente Regional. Já com grande destaque na cidade e região como gestor, recebeu em 2013 o convite para o seu maior desafio: assumir a superintendência do maior hospital geral do norte de Minas Gerais e um dos maiores do Brasil.

O Provedor da Santa Casa, Gilson Caldeira afirmou que “assim como os demais hospitais filantrópicos, que passavam por momentos de turbulência causados por uma crise financeira nacional, a Santa Casa Montes Claros se encontrava em um cenário de grandes dificuldades, somados a problemas no cenário municipal. Em um cenário incerto, a Instituição acolheu o novo gestor, Maurício Sérgio, no dia 1º de janeiro de 2014, com o objetivo de mudar a história do hospital e transformar a Santa Casa Montes Claros em um dos melhores hospitais filantrópicos de Minas Gerais”, ressaltou.

Jovem e dinâmico, Maurício iniciou uma nova administração pautada no controle de toda a área hospitalar, criando logo na sua chegada, com seu time de TI, o painel de gestão hospitalar, que foi inclusive apresentando como modelo de gestão em vários hospitais em todo o país. Este painel visa otimizar todo processo de atendimento, com dados em tempo real. Além disso, implementou os três pilares fundamentais no atendimento do hospital: humanização, sustentabilidade e excelência.

Para consagrar todo esse trabalho, a Santa Casa Montes Claros foi agraciada com o Prêmio Excelência da Saúde 2018 e 2019, na categoria Filantropia, que vieram coroar todas essas conquistas. Através de sua gestão, outros reconhecimentos também vieram. Entre eles, Maurício Sérgio foi eleito pela Revista Healthcare Management como um dos “100 Mais Influentes da Saúde da Década” em 2020 e em 2021. O reconhecimento internacional também veio durante a gestão de Maurício Sérgio. No ano em que completou 150 anos, a Santa Casa Montes Claros foi reconhecida como um dos melhores hospitais do mundo pela revista americana Newsweek.

Além destas premiações, a Instituição, que também é hospital Amigo da Criança, se destaca no cenário da saúde como a primeira Santa Casa do Brasil a receber a certificação de Hospital Acreditado com Excelência em 2013, certificação máxima de qualidade concedida pela ONA (Organização Nacional de acreditação) Nível III, mantendo esse título pelos últimos 10 anos em excelência, pois é auditado anualmente. Consolidando-se como o maior complexo hospitalar da mesorregião Norte de Minas Gerais, Vales do Jequitinhonha e Mucuri, e Sudoeste da Bahia.

Mas os desafios de uma gestão são diários! E mais uma vez, a liderança de Maurício Sérgio fez a diferença durante o período da pandemia. O hospital precisou ser reformulado para proteger a todos os pacientes e profissionais que atuavam na Instituição. Para isso, foi criado um Comitê de Crise assim que surgiram as primeiras possibilidades da pandemia atingir a região. O hospital também destinou 43 leitos exclusivos para receber pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19 e lutou pela habilitação de mais 20 leitos de CTI Covid, sendo assim instituição fundamental durante a pandemia.

Nestes 10 anos, Maurício conseguiu também entregar importantes obras estruturais, como a reforma das enfermarias do SUS, recepção do Pronto Atendimento, Pavilhão Dom José, Daniel Costa, Oncologia SUS e Oncocenter. Além disso, foram reformados pisos, rampas, elevadores, novo refeitório, central de esterilização, lanchonete, áreas de convívio e ambientes de trabalho. Novos serviços foram implantados, como Medicina Hiperbárica, check-up, transplante músculo esquelético, pâncreas, medula óssea, dentre outros. Houve também a modernização do parque tecnológico com 03 novos tomógrafos, equipamentos para bloco cirúrgico (mesas, focos, carrinhos de anestesia), 03 novas salas equipadas de endoscopia, além de dezenas de novos monitores e respiradores que foram essenciais na pandemia da Covid-19.

Ao final da solenidade, o superintendente Maurício Sérgio agradeceu a todos pelo empenho e dedicação à Santa Casa Montes Claros. E de forma especial agradeceu o pastor Sílvio Cerqueira e aos vereadores Cláudio Rodrigues e Edson Caldeireiro pelas homenagens.