[38] 3229.2000

SANTA CASA DE MONTES CLARO REALIZA AULA INAUGURAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM MEDICINA DE EMERGÊNCIA

Na última sexta-feira, 22, foi realizada na Santa Casa de Montes Claros a aula inaugural da Residência Médica em Medicina de Emergência. A iniciativa marca um passo importante para o hospital, pois a Instituição é a segunda no estado e a primeira no interior de Minas Gerais a ser credenciada pelo Ministério da Educação para o programa. Durante a aula inaugural, a convite do Dr. Luiz Ernani Meira Junior, o R3 do Hospital das Clínicas da UFMG, Caio Nogueira, falou aos novos residentes da Santa Casa de Montes Claros sobre sua experiência e importância do credenciamento.

"Iniciei a residência em 2017. Apesar de ainda ser pouco conhecida no Brasil e ter apenas 50 anos de criação no mundo, a especialidade foi reconhecida no país em 2015. O programa de residência na UFMG é o 6º credenciado no país e primeiro em Minas Gerais. Com o credenciamento da Santa Casa de Montes Claros, a Instituição certifica mais uma vez seu pioneirismo, uma vez que o objetivo do programa é proporcionar aos novos especialistas uma visão diferenciada da emergência. Ou seja, durante a residência eles terão contato com varias especialidades, sendo preparados para atender do recém-nascido ao idoso e do atendimento clínico ai traumático", disse.

A Medicina de Emergência passou a ser considerada especialidade pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), Conselho Nacional de Residência Médica (CNRM) e Associação Brasileira de Educação Médica (ABEM) em 2015/2016. O Brasil é um país com grandes diferenças sociais e com uma população majoritariamente usuária do Sistema Único de Saúde (SUS). Garantir acesso a esse sistema dentro de realidades tão distintas é um desafio constante de planejamento. O atendimento às Urgências e Emergências além de estratégico é um dos pilares do SUS como parte do planejamento de saúde. Neste sentido, é fundamental definir o perfil do profissional que ali irá trabalhar com as respectivas habilidades e competência.

Na Santa Casa de Montes Claros, o Programa de Residência Médica foi implementado em 1994. Em 25 anos de programa, 181 novos profissionais se formaram em especialidades diversas na Instituição. Na oportunidade, o superintendente, Maurício Sérgio Sousa e Silva, deu boas-vindas aos novos residentes e falou sobre a importância da Instituição para a região. "O hospital tem uma extrema relevância para o Norte de Minas, pois é a principal referência em atendimento de alta complexidade para dois milhões de habitantes", ressaltou. Para o Dr. Luiz Ernani Meira, supervisor da residência, "o programa de residência visa formar profissionais capacitados para atuar nos serviços de emergência de qualquer lugar do país. Algo inovador e importante, além de ser um enorme desafio mas com um impacto imensurável para a saúde pública de nossa cidade e região".






Voltar