[38] 3229.2000

[MINISTÉRIO DA SAÚDE] SANTA CASA DE MONTES CLAROS INTEGRA PROJETO APICE ON

O Ministério da Saúde lançou ontem, 17, em Brasília, o Projeto Apice On. Caracterizado como uma nova ferramenta para a promoção e melhoria das condições de vida e saúde integral das mulheres, o objetivo do Projeto é qualificar os processos de atenção, gestão e formação relativos ao parto, nascimento e ao abortamento nos hospitais, por meio de um modelo baseado em evidências científicas, humanização, segurança e garantia de direitos.


Durante a cerimônia de lançamento, a diretora do Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas- DAPES, do Ministério da Saúde, Thereza de Lamare Franco Netto, disse que o objetivo do Apice On é promover ações de apoio e fortalecimento das estratégias da Rede Cegonha. “Nossa responsabilidade é grande, no que diz respeito, em garantir que os serviços de saúde à mulher sejam ofertados com mais qualidade. A importância desse projeto está na complementação das ações e aprimoramento da Rede Cegonha”, completa.


A iniciativa abrange todos os hospitais universitários federais e aqueles certificados como de ensino pelo MS que realizaram mais de 1.000 partos em 2015, conforme o Sistema de Informação Hospitalar (SIH). No norte de minas, dois hospitais foram escolhidos para integraram o projeto, o Hospital Universitário Clemente Faria e a Santa Casa Montes Claros.


O superintendente da Santa Casa, Maurício Sérgio Sousa e Silva, participou do lançamento do projeto. Ele explica que para a Instituição a parceria significa um aprimoramento em relação aos cuidados na obstetrícia e na neonatologia. “A Santa Casa vem investindo constantemente em um novo modelo de gestão. Ficamos muito felizes em integrar o Projeto Apice On, uma vez que a iniciativa será mais uma forma de trabalharmos a humanização durante o trabalho de parto”, explicou.


Maternidade Irmã Beata


A Santa Casa de Montes Claros está inserida, nos contextos regional e nacional, entre as principais Santas Casas e instituições filantrópicas do Brasil, que atualmente, somam mais de 2.500 hospitais, espalhados em todo o território nacional, responsáveis por mais de 50% do número de leitos hospitalares existentes no país, na maioria dos casos, consolidando-se como centros regionais de referência e excelência médica.


A Maternidade Irmã Beata foi fundada no ano de 1871, juntamente à época de criação do hospital, e, desde então, abriga os filhos da cidade e região. Somente em 2016 o hospital realizou 6.113 (seis mil, cento e treze) partos. Atualmente com 31 leitos SUS, a Instituição realiza uma média de 400 partos por mês e é credenciada para assistência a gestantes de alto risco, com investimentos em humanização e qualidade do atendimento, por meio do incentivo ao aleitamento materno e redução das taxas de mortalidade infantil, fatores que garantiram à Santa Casa o título de Hospital Amigo da Criança.

 

 

O Projeto


O Projeto Apice On foi desenvolvido pelo MS tendo a Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) como executora. A iniciativa preconiza a realização de ações de qualificação nas áreas de atenção ao parto, nascimento e abortamento; saúde sexual e saúde reprodutiva; e atenção humanizada às mulheres em situação de violência sexual. Com informações da Assessoria de Imprensa NUCOM/SAS.






Voltar